quarta-feira, 23 de março de 2011

Diamantes de pedaços de vidro.

Há alguns anos atrás, quando eu ainda não havia tido um encontro com Jesus, eu costumava dizer em tom de brincadeira que eu havia sido adolescente uma década atrasado. Fã do rock nacional eu gostaria de ter visto o momento de explosão de minhas bandas favoritas: Titãs, Engenheiros do Havaí, Paralamas do Sucesso, Capital Inicial, entre tantas outras. Claro que eu não posso deixar de fora um dos ícones dessa geração, a Legião Urbana.
Eu considerava o Renato Russo um poeta (e hoje com a minha formação acadêmica em Letras eu tenho certeza disso), ficava impressionado com a facilidade de interação entre as suas letras e o cotidiano da juventude. Por isso que até hoje, mais de dez anos após a morte do líder da banda, a Legião Urbana continua conquistando fãs no público jovem.


O tempo passou, eu encontrei com Jesus e o considerei um camarada maneiro (não se escandalize, mas Jesus realmente é maneiro, quem tem o fardo pesado é o Diabo! Jesus é dez e ponto final!). Afirmo sem medo de cair no caso comum: Jesus mudou meu viver! Tornei-me uma nova criatura tendo como norma de fé e conduta a palavra de Deus.

Certo dia na caminhada com Jesus começou uma tempestade na minha vida, a maior que já passei até hoje, após os momentos de caos e tribulação o que sobraram foram destroços! Eu estava com a minha vida sentimental destruída, o que me abalou no espiritual.

Foi então que algo começou a acontecer...

Durante muitos dias depressivos as duas primeiras estrofes de Andréa Doria (música da Legião Urbana) “tocavam” repentinamente no Media Player da minha mente, eis os versos:



Às vezes parecia

Que de tanto acreditar

Em tudo que achávamos

Tão certo...



Teríamos o mundo inteiro

E até um pouco mais

Faríamos floresta do deserto

E diamantes de pedaços


De vidro (Negrito nosso)



Era realmente impressionante, quando dei por mim percebí que não me lembrava do resto da música, aliás ainda não me lembro! Só essas duas estrofes “tocavam” sempre que os momentos de dor vinham à minha mente. Derepente percebí que aquelas palavras começavam a adiquirir legalidade em meu coração! Vários pensamentos de ingratidão surgiram:

- Será que valeu a pena essa mudança radical em minha vida?

- Será que não depositei muito de mim nas mãos de Jesus?

Graças a Deus pelo seu grande amor! Por que mesmo quando não cremos Ele se mostra Deus zeloso!

Certo dia o Espírito de Deus me lembrou da parábola do bom samaritano ( Lucas 10. 30 a 37) e então pude ouvir a sua voz:

- Quando ninguem não dava nada por você Eu te achei, te limpei e purifiquei, e tenho investido em sua vida, você é meu! Assim como já te transformei em um novo homem, achas que não posso fazer de você um vaso novo?

Rapidamente os sentimentos negativos fugiram do meu coração, dando espaço ao louvor e à esperança. Levantei as minhas mãos e disse ao Senhor:

- Jesus tome os cacos de vidro de minha vida e transforme em um belo diamante, por que eu tenho certeza que o Senhor pode! Sim, o Senhor tem esse poder meu Deus!

E Ele tem feito! Hoje me lembro por que achei Jesus tão maneiro em comparação à minha vida antiga: por mais que filósofos e artistas possam “entender” e falar das minhas dores, somente o Senhor Jesus pôde retirá-las.

Não sei se você tem vivido dias de “cacos de vidro”, mas posso te afirmar que Jesus pode transformar esses perigosos fragmentos de sua alma em uma bela pedra preciosa!

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo.” (2 Coríntios 4. 7 ao 10. Negrito nosso)

Visite meu perfil no Facebook


Meu twitter: @alexfabio_c




1 comentários:

convivenciaesperada disse...

Boa tarde Alex! Vejo que você também é novo nessa vida de blogueiro ehehehe

gostei da sua postagem, eu descobri que o Renato se converteu antes de morrer e a unica coisa que pedia era perdão e queria saber se Jesus tinha perdoado ele mesmo.

não deixe de conferir meu blog também

Abraço

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.