terça-feira, 12 de abril de 2011

A voz do povo é a voz de Deus?

A voz do povo é a voz de Deus?

Existem muitas frases que se tornam “bordões populares”, e por muitas vezes as tenho ouvido no meio do povo evangélico, então resolvi analisar a sentença segundo os padrões bíblicos.

O salmo vinte e nove exalta o poder da voz do Senhor, usando elementos da natureza como alegorias o salmista louva a majestade e o poder da voz de Deus. Quando a expressão “a voz do Senhor” aparece nas escrituras, com certeza nos deparamos com momentos de concerto, consolo e promessas. A voz de Deus sempre se faz ouvir quando o Senhor deseja deixar bem clara a sua vontade.

Um exemplo prático acerca da diferença entre a voz do povo e a vontade divina: Certo dia o Senhor Jesus estava em Jericó, e uma grande multidão (o povo) o seguia. Quando a comitiva estava saindo da cidade se aproximaram do ponto de mendicância de um homem chamado Bartimeu.


O deficiente visual estranhou a presença daquela multidão, aquele dia não era feriado, e com certeza não era um cortejo fúnebre devido à alegria do povo, então ele resolveu perguntar. Alcançando a capa de alguém, forçando-o a parar, lhe perguntou:

- Amigo, qual o motivo desse alvoroço?

- É por causa de Jesus de Nazaré que está passando por nossa cidade.

Bartimeu se animou com a notícia, nasceu no seu coração uma esperança de mudança na sua vida. Motivado por essa esperança ele começou a clamar por Jesus, porém, as pessoas que faziam parte da multidão começaram a ficar incomodados com os gritos do cego. E então podemos ouvir a voz do povo:

- Fique quieto!

- Cale-se!

Tente se colocar no lugar de Bartimeu, devido à sua deficiência ele não poderia ir até Jesus, somente através de sua voz ele poderia ser atendido. Palavras de repreensão da parte do povo chegaram aos seus ouvidos, entretanto, ele desejava ouvir a resposta de Jesus, ele queria ouvir a voz de Deus. Essa resolução o motivava a continuar clamando.

O mais incrível de toda essa passagem é que no meio daquela multidão barulhenta Jesus ouviu aquele clamor. E parando mandou alguém chamar a Bartimeu.

Gosto de ilustrar esse momento da seguinte forma: Lá estava Bartimeu clamando de forma desesperada esperando chamar a atenção de Jesus, e enquanto isso as vozes de “cale-se” e “fique quieto” se multiplicavam. De repente, uma voz diferente se fez ouvir no meio do povo:

- Tem bom ânimo, se levante por que Jesus te chama!

A voz de repreensão do povo se calou diante da convocação Divina!

Jesus precisou pronunciar a sua vontade para que o povo se calasse, concerto.

A palavra dita por aquele discípulo que buscou a Bartimeu lhe proporcionou ânimo, consolo.

Bartimeu alcançou sua cura apenas com uma palavra do messias.

Conclusão: A voz de Deus é superior à voz do povo. Deus tem sempre a última palavra em qualquer caso. Se você está clamando e ainda não teve resposta não desista, continue buscando ao Senhor.

Conheça a nossa página no Facebook


Meu twitter: @alexfabio_c







0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.