quarta-feira, 18 de maio de 2011

A escolha do Pai.

Eu conheci esse vídeo emocionante graças à indicação via Twitter do querido irmão Rodrigo Bibo, do blog Bibo Talk. A mensagem é linda e me levou às lágrimas.
Assista ao vídeo, logo após eu volto com uma reflexão que esse vídeo gerou em meu coração.




Essa bela ilustração torna mais palpável a nós, os seres humanos, o sentimento de Deus ao exercer o plano da Salvação humana. O Filho Eterno foi sacrificado para que muitos pudessem ser salvos da perdição do pecado.
Eu ainda não tive o privilégio de ser pai, mas tenho a minha irmã caçula (treze anos mais nova) que chamo carinhosamente de “filha” e “bebê”, e tem o meu sobrinho Samuel. Fico angustiado só em pensar em estar no lugar desse pai do vídeo.
Será que alguém poderia julgá-lo se ele escolhesse ao filho? Por que ele abriria mão da presença do filho amado por um monte de pessoas desconhecidas?
Vou mais além: Você já imaginou o seu filho sendo julgado pelos crimes de Hitler? Que tal pelos atentados comandados por Osama Bin Laden? Já imaginou o seu ente querido e inocente sendo condenado por estupro ou pedofilia?
Deus viu isso acontecer. Até o procurador romano percebeu Jesus era inocente, porém não foi suficiente para livrá-lo do Seu destino.
Jesus morreu por aquele mendigo inconveniente de sua rua.
Jesus morreu pelos delinqüentes do seu bairro.
Ele morreu pelas pessoas que se prostituem inclusive as muitas crianças.
Ele morreu pela pessoa mais desumana e bestial que você consiga se lembrar.
Imagine o Pai contemplando tudo isso, você não viraria o rosto também?
Todavia, VALEU A PENA! O sacrifício perfeito foi consumado, trazendo salvação aos que Nele crerem. Deus escolheu VOCÊ!
Olhemos com mais amor aos passageiros do trem da perdição. Sem julgar, sem desprezar. Deus estabeleceu a igreja para ser uma estação de conversão, um exemplo de conduta e de outro caminho a seguir.
“saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador salvará da morte uma alma e cobrirá uma multidão de pecados” (Tiago 5. 20).

Nos ajudem a crescer com os seus comentários.

Nossos contatos:




0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.