quarta-feira, 17 de agosto de 2011

As bem-aventuranças – Os pacificadores.


“Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5. 9).

Qualquer dicionário irá definir o vocábulo “paz” como a ausência de conflitos. “Pacificador”, por sua vez, é o título dado à pessoa que busca abrandar os ânimos exaltados. Trazendo para o cotidiano, pacificador é aquele camarada da turma do “deixa disso”.

Você já viu isso, em algum momento dois amigos se desentendem e ficam “bicudos” um para com o outro. Sempre existe alguém que vai tentar restaurar a harmonia no grupo, municiado com o argumento da amizade antiga, essa pessoa será o mediador da paz.

Eram dessas pessoas que Jesus estava falando? Sim, mas em uma escala bem maior.


Romanos 5. 1 nos ensina que pela fé em Jesus nós temos paz com Deus. Podemos afirmar então que antes éramos inimigos de Deus! Você receberia um inimigo declarado em sua casa? Deus também não! Por isso Ele enviou o filho eterno, o justificador da raça humana, aquele que nos leva a ter paz e comunhão com Deus. O maior ato pacificador de Jesus foi o seu sacrifício. Na cruz ele rasgou a cédula com as nossas declarações bélicas contra Deus (Colossenses 2. 14).

O filho de Deus gerou paz com sacrifício. E nos ordenou o mesmo:

“Bom é o sal, mas, se o sal se tornar insulso, com que o adubareis? Tende sal em vós mesmos e paz, uns com os outros” (Marcos 9. 50).

“A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Romanos 12. 17 a 21).

O filho de Deus deve gerar paz mesmo quando injustiçado! Isso significa que, se necessário, você deve no mínimo se desculpar, mesmo sendo a parte ofendida.

O texto da carta aos romanos enaltece o valor de uma atitude pacífica. A “dieta do sapo” é ótima para evitar conflitos desnecessários, vale a pena “engolir um sapo” no intuito de fazer as pazes com alguém que fez ou disse algo que causou fissuras em relacionamentos.

Certamente você já passou, ou está passando, por uma situação propícia para essa dieta. Sejamos sinceros, nesse momento surgem dezenas de planos de vingança, não é mesmo? Mesmo que alguém da turma do “deixa disso” venha negociar a paz, e lembrar como vocês são importantes um para o outro, você só pensa (ou pensou) em retaliação.

Lembremo-nos novamente do salvador, Jesus tinha todo o direito de se vingar por nossas ofensas à sua soberania. No entanto, Ele resolveu vir nos procurar, nos perdoar e pessoalmente nos conduzir à presença de Deus!

Se ainda for possível, como diz o texto bíblico, procure aquela pessoa com quem está “de mal” e faça um gesto de paz e carinho. Peça força a Deus, derrube a barreira do orgulho ferido com as ferramentas da graça, você sentirá na sua alma a recompensa por esse gesto.

Assim como todas as outras bem-aventuranças, o pacificador abre mão de algum defeito de caráter oriundo da vida de pecados. Nesse caso devemos vencer o orgulho exagerado que bloqueia gestos de amor e paz. Esses gestos podem parecer loucura para o mundo, mas que caracteriza os filhos de Deus, chamados pelo Príncipe da paz (Isaias 9. 6).

“Vede quão grande caridade nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não conhece a ele. Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos” (1 João 3. 1 e 2).

Nos ajudem a crescer com os seus comentários.

Nossos contatos:





0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.