sábado, 6 de agosto de 2011

Minha angústia e o poder Consolador de Deus.


Nesses últimos dias eu fiz algumas brincadeiras no Twitter sobre o caso de eu estar solteiro. Eu sou assim, sempre faço brincadeiras e piadas com tudo (^__^).

Contudo, quando estou conversando com Deus, em meus momentos de oração, sempre deixo claro para Ele os meus desejos e as angústias referentes a esse fato. Estou com 33 anos, o tempo têm passado rápido e, às vezes, eu fico com a sensação de que meus sonhos estão ficando para trás.

Eu me sinto muito à vontade em falar dos meus sentimentos com vocês. Afinal, já são quase dois de blog e já vivemos muita coisa juntos. Entretanto, nem pareço eu mesmo falando certo? Onde estão as palavras de ânimo e as citações bíblicas sobre o assunto?


Pois é amigo, eis um golpe poderoso nos “triunfalistas evangélicos”, nesse mundo sofremos aflições (João 16. 33). E a visão de um futuro sem esposa e filhos me aflige muito (O.O). Não me envergonho em dizer que por várias vezes chorei aos pés do Senhor nesse sentido.

Na última vez em que derramei lágrimas sobre esse assunto, o Senhor me fez lembrar de dois versículos:

“Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação” (Habacuque 3. 17 e 18).

Na hora eu pensei: “Se era para consolar Senhor, não está funcionando” (U.U)! Eu já imaginei a dor de ter que abrir mão dos meus sonhos. É evidente que eu sou grato a Deus pela minha salvação, mas... Por via das dúvidas eu fui conferir o livro do profeta Habacuque, e como esse camarada tinha problemas!

O cheiro da guerra estava no ar! Os babilônicos seguiam destruindo todos os povos que estavam no seu projeto de expansão. Até mesmo a poderosa cidade de Nínive caiu diante desse belicoso império, Jerusalém seria a próxima.

O profeta não entendia o porquê de tamanho rastro de destruição. Ele estava vendo o crescimento da imoralidade, as leis se tornando frouxas, o crescimento da violência, e Deus não agia! Por mais que ele orasse e clamasse, por quê? Essas dúvidas marcam o primeiro capítulo do seu livro.

No segundo capítulo Deus faz questão de mostrar a sua soberania, Ele deixa claro que o seu justo viverá pela fé (Habacuque 2.4), e fortalece a confiança do profeta no Deus que contempla toda a injustiça e preserva os fiéis.

O terceiro capítulo é uma oração do profeta. Que começa com um pedido de avivamento e termina com os versículos que Deus me lembrou.

O diário de Habacuque, forma como vou passar a ver esse lindo livro profético, é muito parecido com esse meu artigo. Começou com dúvidas e angústias, depois houve uma revelação divina da sua glória...

E Deus se revelou a mim. Já preguei tantas vezes sobre Abraão em sua tenda, lamentando e duvidando das promessas divinas, e eu estou parecendo o velho patriarca. O tempo pode impor limites, mas não há limites para a graça de Deus! Hoje eu vejo um céu estrelado sobre o horizonte! Valeu Deus ( \o/ )!

Agora vou terminar o meu artigo como o profeta terminou o seu livro, louvando e bendizendo a Deus. Não é que Ele me consolou com aqueles versículos no final das contas? (^__^)

Deus, eu te louvo por sua palavra. O Senhor têm sido autor, conselheiro e guia dessa minha nova vida. Eu te louvo por que o Senhor sabe enxugar as lágrimas do aflito e consolar o coração abatido. Tudo aquilo que eu poderia alcançar facilmente, não é nada sem a sua bênção e aprovação. È com lágrimas de alegria que eu te agradeço meu Deus e Senhor. Obrigado por tudo Deus querido, em nome de Jesus.

 Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar. Isto é a minha consolação na minha angústia, porque a tua palavra me vivificou (Salmo 119. 49 e 50).

Nos ajudem a crescer com os seus comentários.

Nossos contatos:




0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.