terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Removendo cicatrizes da alma.

Por Daniel Dourado.

Muitas vezes em nossas vidas somos magoados, sofremos decepções, passamos por situações constrangedoras que nos marcam de forma negativa. Ou até mesmo, somos a causa das lágrimas de alguma pessoa, e também há as ocasiões em que colocamos pessoas em situações constrangedoras.

Essas situações criam marcas que podem nos acompanhar por toda a vida, uma atitude tem o poder de eliminar essa cicatriz, e essa atitude é o perdão. Sim o perdão, pedir perdão e liberar o perdão é algo essencial para as nossas vidas e ate mesmo para a nossa salvação.


Vejamos alguns motivos para perdoarmos:

1 – Se não perdoarmos quem nos ofendeu, Deus não nos perdoará.

A palavra do Senhor é clara em Mateus 6. 14 a 15: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas”.

Deus nos perdoou de todas as nossas dividas, Ele nos remiu e nos deu oportunidade para vivermos uma nova vida. Não há nenhum mal que nos tenham feito tão grande que não mereça perdão, pois o Senhor nos perdoou de grandes males e de grandes ofensas. Devemos proceder para com os nossos irmãos com o mesmo amor e carinho que Deus tem para conosco, não que isso seja uma tarefa fácil, mas é algo necessário para a nossa salvação.

2 – Em determinados casos as magoas que sofremos fazem parte do plano de Deus para nós.

Se olharmos a historia de José, ele foi humilhado pelos seus irmãos mais velhos, aqueles que o deveriam proteger foram os que o venderam a troca de algumas moedas, porém o próprio José afirma em Gênesis 45. 7 e 8 “Pelo que Deus me enviou adiante de vós, para conservar vossa sucessão na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento. Assim não fostes vós que me enviastes para cá, senão Deus, que me tem posto por pai de Faraó, e por senhor de toda a sua casa, e como regente em toda a terra do Egito”. Havia um plano de Deus naquela ofensa sofrida por José, devemos identificar os planos de Deus em nossas vidas, o que sofremos hoje está nos preparando para sermos melhores amanhã. Perdoe quem te ofendeu, tendo em mente a oportunidade de exercer a benignidade cristã, dessa forma o nome do Senhor Jesus é glorificado em nossas vidas.

3 – Quando perdoamos deixamos o caminho livre para que Deus opere sua justiça.

Em Tiago 1. 20 diz: “Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus”. Enquanto estivermos irados, amargurados, rancorosos com alguma ofensa sofrida, não permitimos que Deus opere a sua justiça na vida daquele que nos ofendeu, e a justiça de Deus é simples, traduz-se na lei da semeadura  e esta explicita em Gálatas 6. 8: “Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna”. Isso não quer dizer absolutamente que iremos perdoar a pessoa para vermos Deus esmagá-la com a sua justiça, mas sim perdoá-la para que Deus justo e fiel dê a ela a oportunidade de se arrepender de seus pecados. Muitas vezes o nosso perdão é o que impede Deus de alcançar uma pessoa.

4 – Quando perdoamos nos desvinculamos do passado e abrimos a porta para o futuro.

Irmãos, perdoar é se desvincular daquilo que não te faz bem, é ver-se livre do que te faz sofrer, e Paulo deixa isso de uma forma clara em Filipenses 3., 13 e 14:  “mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”. Paulo nos ensina nesse texto a aceitar o perdão e abandonar os crimes do passado. Ele foi um dos responsáveis pela morte de Estevão, e carregava essa culpa consigo até conseguir se perdoar (reconhecendo o perdão de Deus) e dessa forma se desvincular do passado e prosseguir para aquilo que realmente é o importante Jesus, o nosso alvo.

Na fé e em Cristo.

Daniel Dourado é diácono da Assembleia de Deus em São José do Rio Preto e engenheiro agrônomo.
e-mail: agronomo_dourado@hotmail.com
Facebook


1 comentários:

Anônimo disse...

Excelente mensagem! temos sempre que deixar pra trás as coisas velhas. Muitas vezes as pessoas não conseguem andar para frente justamente porque ficam presas ao passado, sendo assim perdem a visão do futuro do foco.
Na fé e em Cristo! ;)

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.