quinta-feira, 14 de junho de 2012

A Tua Palavra... Citações do livro de Salmos. #1


Por Alexfábio Custódio.

Cidadania nas escrituras.

“Quanto ao trato dos homens, pela palavra dos teus lábios me guardei das veredas do destruidor” (Salmo 17. 4 / Grifo nosso).

Todos os pais realmente preocupados com a formação moral de seus filhos conhecem, e analisam cuidadosamente, as pessoas com quem ele se relaciona. A sociedade está cheia de exemplos de jovens que, aliciados por más influências, envolveram-se com o crime, a prostituição, os vícios, entre tantas outras mazelas sociais.

A bíblia sagrada mostra o poder destruidor de uma má companhia:

“O homem vão cava o mal, e nos seus lábios se acha como que um fogo ardente. O homem perverso levanta a contenda, e o difamador separa os maiores amigos. O homem violento persuade o seu companheiro e guia-o por caminho não bom. Fecha os olhos para imaginar perversidades; mordendo os lábios, efetua o mal” (Provérbios 16. 27 a 30 / Grifo nosso).

As veredas do destruidor sempre são anunciadas com palavras de incentivo ao prazer ou lucro imediato. O aliciador sempre omite as consequências do “caminho fácil”.

Assim nascem os jovens infratores movidos pelo vício em entorpecentes. Muitos desses infelizmente não alcançam a maioridade.

 Assim, o político bem intencionado e idealista, converte-se em um corrupto ganancioso. Que passa o resto de sua vida pública preso por laços de cumplicidade e ameaças.

É papel de todo bom pai alertar aos seus filhos quanto ao perigo de más companhias. Ensinar que nem toda pessoa que lhes abordam com palavras agradáveis e boas promessas, estão realmente bem intencionadas. Explicar que tudo o que vale a pena ser conquistado nessa vida, requer trabalho e dedicação. Instruir que os seus direitos terminam onde começam os direitos dos outros. Doutriná-los a cumprir os seus deveres com esmero e dedicação.

Se todos os pais agissem assim, a sociedade teria menos elementos a serem investigados, julgados e corrigidos.

É crucial esclarecer que, por mais que alguns pais bons e dedicados tenham se esforçado, muitos filhos simplesmente escolhem viver pela vereda do destruidor. Desdenhando dos bons conselhos dos pais.

Infelizmente, um cidadão cumpridor de seus direitos, que não apela ao famoso “jeitinho brasileiro”, são taxados de “trouxa” ou “manes”, por não usarem das artimanhas que “todos fazem”.

Por mais paradoxal que pareça a afirmação a seguir, ela é verdadeira: Não é fácil ser um cidadão honesto na sociedade brasileira. Imagine então, ser um cidadão digno do Reino de Deus!

Deus, um Pai dedicado e preocupado com o nosso desenvolvimento, nos deixou a sua poderosa palavra revelada, para que pudéssemos nos tornar pessoas melhores. A bíblia possui uma infinidade de ensinamentos para que possamos ser cidadãos exemplares nesta vida, capazes de influenciar outras pessoas, e filhos dignos de herdar o Reino Eterno que virá em breve.

O salmista reconheceu em nosso texto base que os bons conselhos de Deus lhe livraram do triste destino dos homens malignos. Que o eterno nos ajude a caminhar pelo caminho estreito que conduz á vida eterna e à honra destinada aos filhos do Pai (conferir Mateus 7. 13 e 14).

“Não tenhas inveja do homem violento, nem escolhas nenhum de seus caminhos. Porque o perverso é abominação para o SENHOR, mas com os sinceros está o seu segredo. A maldição do SENHOR habita na casa do ímpio, mas a habitação dos justos ele abençoará. Certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos. Os sábios herdarão honra, mas os loucos tomam sobre si confusão” (Provérbios 3. 31 a 35).
Nos ajude com o seu comentário. Entre em contato conosco:

 


0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.