sexta-feira, 20 de julho de 2012

Mais do que vencedores em Cristo.


Por Daniel Dourado.

“Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo” (Mateus 4. 1).

Quando olhamos para o evangelho de Mateus no capitulo quatro, vemos o episodio em que o Senhor Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo.

Se nos transportarmos para a época em que o nosso Senhor veio ao mundo, e analisarmos as três formas pelas quais Ele foi tentado pelo diabo, visualizamos algo muito semelhante pelo qual passamos nos dias de hoje.


Jesus começou o seu ministério terreno aproximadamente entre os anos 26 e 28 aC, nesta época o império Romano dominava o mundo, inclusive a região da palestina onde o Senhor viria iniciar o seu ministério.

Enquanto Roma pregava a arrogância, a dominação, o mal de uma forma geral, e principalmente o egoísmo pessoal (visto nas muitas disputas pelo trono), o nosso Senhor Jesus veio na contramão dessas atitudes, e propagava as características pregadas no sermão da montanha: a humildade (Mateus 5. 41 e 42), o amor (Mateus 5. 44), justiça absoluta (Mateus 5. 45) e sacrifício (João 10:11).

Em cada uma das tentações que o Senhor Jesus sofreu, podemos ver os maiores atrativos de todos os seres humanos. Jesus foi tentado naquilo que mais atrai aos olhos e ao coração dos homens, a tentação de satisfazer os seus apetites físicos, a tentação de se tornar poderoso e a tentação de buscar prestigio por meios ilícitos. E cada uma dessas áreas tinha relação direta com a cultura imperial romana, onde Jesus estava prestes a começar o seu ministério.

O estimulo dominante da população era o que nós conhecemos como a “política do pão e circo”, ou seja, se tivessem o suficiente para comer e se divertir, eles estariam contentes, logo. A resposta negativa de Jesus a Satanás quando este lhe disse que transformasse pedras em pão, era uma resposta Espiritual, e que demonstrava que a natureza humana não se satisfaz apenas com o exterior, mais principalmente com as coisas Espirituais da parte de Deus. O seu Reino tem o objetivo de tratar as necessidades mais profundas que os seres humanos sentem em relação a Deus.

Quantos nos dias atuais não são tentados desta forma? Quantos muitas vezes cedem espaço para a carne, em detrimento ao Espírito? Esta passagem nos mostra que Cristo venceu as tentações físicas, e desta forma também podemos vencer as tentações físicas pela graça de nosso Senhor Jesus, mas depende de nós, como nos mostra Colossenses 3. 5.

A segunda tentação sofrida pelo Senhor Jesus, diz respeito à aquisição de poder e autoridade, quando Satanás levou o Senhor até o pináculo do Templo, e sugeriu que o mestre pulasse dali, e usa uma passagem bíblica para justificar, que o Senhor teria o respaldo de Deus do seu lado, ele afronta Jesus na questão da autoridade, e o uso desta.

Nos dias atuais presenciamos muitas pessoas que por possuir uma determinada autoridade, usam destas para seu provento pessoal, deixando de lado as pessoas que muitas vezes são o motivo dela ter essa autoridade, é só observarmos tantos lideres religiosos que temos nos dias atuais que “tosquiam” suas ovelhas, e apenas querem as coisas para deleite próprio. Mas o Senhor Jesus nos mostra que podemos vencer esse tipo de tentação.

Na terceira tentação, Satanás mostrou reinos e a gloria do mundo, e pediu que Jesus o adorasse, prometendo em troca o domínio sobre todos esses reinos. É triste constatarmos que pessoas um dia abençoadas por Deus permitiram que Satanás fosse entrando ao poucos e mudando a sua vida. Pessoas que acreditaram nas promessas de Deus e pregaram as promessas de Deus, mas que se viram vendidos perante os desejos de domínio, e falsas promessas da parte de Satanás.

Só o Senhor nosso Deus é capaz de realmente dar aquilo que precisamos, muitos tem caído na ladainha de Satanás, que promete mundo e fundo e no fim acaba por deixar pessoas vazias.

Podemos ver meus queridos que Jesus venceu Satanás, e Ele nos deu poder e autoridade para que no nome de Jesus possamos também vencer a Satanás. Como diz o titulo do texto: SOMOS MAIS DO QUE VENCEDORES EM CRISTO JESUS.

Na Fé e em Cristo.


Daniel Dourado é diácono da Assembleia de Deus em São José do Rio Preto e engenheiro agrônomo. e-mail: agronomo_dourado@hotmail.com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.