domingo, 31 de março de 2013

UMA VIVA ESPERANÇA. - PARTE TRÊS: JESUS VIVE!

Texto: Alexfábio Custódio

Arte: Juliana Camargo

Esse artigo faz parte da trilogia “UMA VIVA ESPERANÇA.” Para uma compreensão plena, eu recomendo que você leia as partes anteriores: AFINAL, O QUE É ESPERANÇA? - ESPERE UM MINUTO, A ESPERANÇA MORREU?!?


A manhã deste Domingo marcou para sempre a história da humanidade. As mulheres encontraram uma grande pedra movida, soldados desmaiados, túmulo vazio, lençóis arrumados, mas nenhum sinal de Jesus.

Elas não sabiam, mas estavam procurando ao senhor em um lugar inadequado. Saindo da sepultura elas encontraram com duas figuras angelicais que foram encarregados de lhes anunciar a manchete do dia:


- “Por que buscais o vivente entre os mortos? Não está aqui, mas ressuscitou.” (Lucas 24. 5 e 6).

Aquelas que estavam prontas para prantear e oferecer cerimônias fúnebres, receberam em primeira mão a notícia que restaurou a esperança daqueles que confiaram nas palavras do messias.

Jesus havia ressuscitado e em breve se revelou aos seus seguidores. Logo eles entenderam que essa ressurreição era diferente do que aconteceu a Lázaro, à filha adolescente de Jairo, ou ao jovem filho da viúva de Nain. Todos esses voltariam a morrer, Jesus derrotou o império da morte (Hebreus 2. 14) e agora vive para sempre.

Jesus, o segundo Adão, cumpriu a sua missão e entregou a sua vida para redimir todos aqueles que, pela fé, não enxergam apenas mais um mártir ou profeta na cruz do meio do calvário, e sim um inocente e imaculado cordeiro pascoal. Se a herança do pecado de Adão nos condena à morte, em Cristo herdamos a promessa da vida eterna (1 Coríntios 15. 20 a 22).

Amigo leitor, você já reservou algum tempo para pensar sobre a eternidade? Parou para ponderar acerca do Inferno ou do Céu?

Algumas pessoas escolhem tão somente ignorar, alegando que não existe nada depois da morte. Existem aqueles que se gabam de sua justiça própria, ignorando a justiça divina. Outros escolhem não pensar nesse assunto, movidos pelo temor secreto existente em suas almas. E ainda tem os que escolhem deliberadamente ir ao inferno.

A morte não precisa ser um tabu para você, Jesus triunfou sobre a morte para te dar uma viva esperança de vida eterna. No entanto, precisamos renunciar à herança do primeiro Adão e receber o senhorio de Jesus em nossa vida.

Nesse Domingo o mundo cristão está comemorando a páscoa, data que relembra a ressurreição de Jesus. Hoje é um dia excelente para você também triunfar sobre o inferno. Reconheça os seus pecados, peça perdão a Deus, reconheça o valor do sacrifício de Jesus por você, e o seu nome será escrito no Livro da Vida que está nas mãos de Deus. Você se tornará um herdeiro do Céu.

Essa trilogia de artigos propôs argumentar o ditado popular: “A esperança é a última que morre”. Felizmente podemos dize que essa afirmação é falha. A nossa esperança morreu naquela cruz, mas ressuscitou na manhã do Domingo, e hoje vive e reina para sempre. Nós temos uma viva esperança que a morte não pode tocar! Aleluia!

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos” (1 Pedro 1. 3 / Grifo nosso)

Nos ajude com o seu comentário. Entre em contato conosco:

 


0 comentários:

Postar um comentário

A sua opinião é muito importante para a gente.
Comente, critique, deixe a sua dica para que o Sementes do Evangelho seja um blog relevante.